Esta expressão é frequentemente utilizada quando o seu emissor pretende emitir desagrado relativamente a uma situação. Nos jogos de cartas, o duque é a carta número dois, uma carta que vale pouco. Portanto, ao dizer isto o emissor manifesta a sua má sorte ou o seu azar relativamente a uma dada situação.

Esta expressão popular poderia, por exemplo, surgir no seguinte contexto:

– Tenho uma fuga de água em casa e o picheleiro nunca mais aparece… Só me saem duques!

Esta expressão contém uma palavra que muitas vezes surge escrita de forma errada devido a uma confusão entre a pronúncia e a ortografia.E a palavra em causa é “saem”.

“Saem” é a forma de 3.ª pessoa do plural do Presente do Indicativo do verbo “sair”.

Ao pronunciarmos esta palavra colocamos um “i” entre o “a” e o “e”. Isso é normal na língua falada uma vez que esse “i” é uma forma de fazer a ligação entre as vogais, ou seja, facilita a pronúncia da palavra. No entanto, este “i” não existe na escrita.

Portanto, este é um erro que acontece quando escrevemos a palavra da mesma maneira como a pronunciamos.

Existem outras palavras em que um erro semelhante poderá acontecer. Por exemplo: “caem”, “constroem” ou “distraem”. Tal como “saem”, estas palavras também se escrevem sem “i”.

COMPARTILHAR
Artigo anteriorCARNAVAL EM ANTIME
Próximo artigoAUTO consumo