NOTA À IMPRENSA

 

Grupo Francês vai investir no alojamento turístico em Vila Verde e Fafe

Vila Verde vai receber hotel rural de grandes dimensões e em Fafe vai ser contruído uma casa de campo

 

Um grupo de investidores francês liderado por Charles Dieulot e o actual proprietário da “Casa de Fundevilla”, Fernando Mateus, uniram-se para reabilitar e ampliar aquele espaço, situado em Soutelo, Vila Verde, transformando-o num hotel rural de grandes dimensões, cujas obras devem arrancar em breve.

 

O novo hotel terá 40 quartos e deverá abrir ao público dentro de ano e meio, depois de um investimento que ascende aos 2,5 milhões de euros, que permitirá a criação de 20 postos de trabalho.

 

Na apresentação pública do projecto, que decorreu esta quarta-feira na “Casa de Fundevilla”, o líder do grupo de investimento francês disse que o novo projecto, concebido por uma equipa liderada pelo arquitecto francês Pierre Virnot, pretende manter a «identidade» existente, valorizando a cultura local, nomeadamente ao nível da gastronomia, uma vez que serão criados espaços com plantações, nomeadamente de melão casca-de-carvalho e de laranja.

 

«Queremos que as pessoas sintam que estão em Vila Verde», referiu, elogiando a parceria estabelecida com diferentes entidades, nomeadamente a Câmara Municipal, que já emitiu parecer favorável e declarou o interesse público municipal do projecto.

 

Além da recuperação de vários edifícios que compõem a “Casa de Fundevilla”, serão feitas novas construções, num espaço que no total deverá ficar com uma área de construção de cerca de dois mil m2.

 

 

 

EM FAFE – Investimento num projecto para a criação de uma casa de campo em Fafe

 

O mesmo grupo vai também investir cerca de um milhão e meio de euros num projecto para a criação de uma casa de campo em Fafe, a “Casa de Figueiró”, que começará por ter 10 quartos, com a possibilidade de ser aumentada numa fase posterior. Ambos os projectos vão ser alvo de candidaturas a fundos comunitários.

 

Presente na sessão de apresentação a Chefe de Gabinete do Presidente da Câmara Municipal de Fafe, Ana Preciosa,  referiu que “este investimento é de vital importâcia para promover o Concelho de Fafe e aumentar a capacidade de oferta a nível de alojamento em espaço rural.”

 

«Investimento importantíssimo» para Vila Verde

 

Para o presidente da Câmara de Vila Verde, António Vilela, este é «um investimento importantíssimo» para o concelho e também para a própria região, inserindo-se na «estratégia de promoção do território em termos turísticos». «Vila Verde é um concelho que tem tido um crescimento assinalável nesse domínio e que começa a despertar os interesses das empresas estrangeiras, como é o caso. Temos aqui um bom exemplo de alguém que veio de fora e viu um grande potencial de desenvolvimento e crescimento, pensando que seria possível criar um projecto de alojamento, associado às nossas tradições e à nossa cultura, evocando o nosso património e valorizando os nossos produtos e a nossa tradição», reforçou.

 

Paços do Concelho de Vila Verde, 20 de setembro de 2017

 

O Gabinete de Imprensa

Com os melhores cumprimentos
Serviço de Relações Públicas

Município de Vila Verde