“Web Summit” das energias renováveis, em Amsterdão

Sunaitec mostra-se à Europa em

busca de parceiros de negócio

 

Equipamento de produção de energia solar térmica através de tecnologia de concentração único no mundo é o projeto bandeira da empresa lusa

Amsterdão é a cidade europeia onde a Sunaitec se mostra, esta quarta e quinta-feira, dias 25 e 26 de outubro, à Europa. O objetivo é o de encontrar parceiros de negócios que suportem a expansão e o crescimento da empresa portuguesa responsável pela criação de um equipamento de produção de energia solar térmica através de tecnologia de concentração e guiamento solar inteligente, com o mesmo nome, e cujo caráter de inovação o torna único no mundo. A presença internacional da empresa acontece no evento The Business Booster (TBB), certame anual promovido pela Innoenergy – Acelerador de Inovações em Energias Renováveis, entidade cujo papel passa por promover e alcançar um futuro de energia sustentável para a Europa e que tem a Sunaitec entre as suas apoiadas.

Ao longo de dois dias, a Innoenergy reúne todas as empresas que apoia numa espécie de Web Summit na área das energias renováveis, para apresentá-las aos mercados e angariar investidores e parceiros. A edição deste ano será focada na aceleração de inovações na área das energias limpas enquanto motor de transição para um mundo movido a energias renováveis. No certame, a Sunaitec terá a possibilidade de efetuar uma aproximação a eventuais parceiros comerciais ou até investidores, nomeadamente instaladores com grande capacidade de resposta, empresas de energia ou fabricantes solares.

 

Equipamento patenteado internacionalmente

Únicos no mundo e com uma série de patentes nacionais e internacionais, nomeadamente na União Europeia, EUA, Canadá, Austrália e China, os coletores solares térmicos desenvolvidos pela Sunaitec partem de um conceito que pretende harmonizar energias renováveis, tecnologia e espaço envolvente, registando uma eficiência até 30 por cento superior a um coletor tradicional. Desenvolvida e patenteada pelo engenheiro aeronáutico Amílcar Lopes, esta tecnologia pioneira diferencia-se por ser capaz de resolver os problemas estéticos dos arquitetos e os problemas técnicos dos engenheiros projetistas e instaladores num só equipamento, em oposição aos tradicionais equipamentos de captação de energia solar. 

24 de outubro de 2017

Mais informações:

Sofia Graça | sofia@fesagency.pt | 938 266 636