Como todos os anos desde 2014, 12 jovens estudantes lusófonos foram premiados com as bolsas de estudo Cap Magellan – Império. Tratam-se de 12 bolsas de 1.600 euros cada, oferecidas pela Império Assurances, num evento organizado pela Cap Magellan.

A cerimónia de entrega das bolsas ocorrerá no próximo dia 9 de Dezembro no Consulado Geral de Portugal em Paris (6 rue Georges Berger – 75017 Paris), pelas 11h. O evento contará com a presença dos 12 vencedores acampanhados dos seus familiares e amigos. No final, Tatane, jovem humorista e youtuber, estará presente para desafiar os presentes…

As candidaturas às bolsas de estudo destinavam-se aos jovens lusodescendentes ou aos jovens lusófilos que estudam português, tendo em conta um equilíbrio entre o mérito no percurso escolar e a situação social de cada candidato, e que cumpriram todas as condições do regulamento, entre as quais ter concluído o ensino secundário com “mention” Bom ou Muito Bom no “Bac”.  Assim,  com base nos critérios do regulamento, e após reunião do júri constituído por um membro da Cap Magellan, um membro da Império Assurances, por Adelaide Cristóvão, cordenadora do ensino português, e por Anne-Dominique Valières, inspectora geral de português, os doze selecionados são:

•           Adriana Salvador Morais (Perpignan, 66): tem 18 anos, estudou no Lycée François Arago onde obteve o Baccalauréat S com “mention” Bom. Está actualmente no primeiro ano de “prépa” no mesmo liceu.

•           André Pinto Nunes (Meaux, 77) : tem 19 anos, terminou o ensino secundário no Lycée Henri Moissan obtendo o “Bac” S com “mention” Muito Bom. Está actualmente a tirar uma licenciatura em Sciences, Technologie et Santé, na Université Pierre-et-Marie-Curie em Paris.

•           Aurélien Lemaitre (Rennes, 35) : jovem francês de 17 anos, caiu no charme da cultura portuguesa. Passou o Baccalauréat S no Lycée Chateaubriand de Rennes com “mention” Muito Bom onde está actualmente a tirar uma “prépa”.

•           Clara Coelho (Grenoble, 38): de 18 anos, com uma “mention” Muito Bom no Baccalauréat ES obtido na Cité Scolaire Internationale Europole de Grenoble. Está actualmente na Filière binationale France Portugal da escola Sciences Po Bordeaux.

•           Cynthia Furtado (Paris, 75): tem 18 anos e estudou no Lycée Carnot onde obteve uma “mention” Muito Bom no “Bac” S. Estuda agora ciências da saúde na Université Paris Descartes.

•           David Almeida Silva (Saint-Germain-en-Laye, 78): 18 anos, estudou no Lycée International de Saint-Germain-en-Laye, terminando com uma “mention” Bom no “Bac” ES. Está actualmente na Filière binationale France Portugal da escola Sciences Po Bordeaux.

•           Denis Pascoal (La Ferté-sous-Jouarre, 77) : 18 anos, estudou na Institut Sainte Céline em La Ferté-sous-Jouarre onde conseguiu a “mention” Muito Bom na prova do “Bac” S. Está a seguir medicina na Université Pierre-et-Marie-Curie em Paris.

•           Diana Moreira Neiva (Strasbourg, 67): 20 anos, obteve o “Bac” ES com “mention” Bom no Lycée International des Pontonniers de Estrasbourgo. É estudante de psicologia na Université de Strasbourg.

•           Elisa dos Santos (Levallois-Perret, 92) : tem 19 anos, concluiu o ensino secundário no Lycée Léonard de Vinci de Levallois-Perret com “mention” Bom no “Baccalauréat” ES. Prossegue os estudos universitários em Turismo no Institut Supérieur Clorivière em Paris.

•           Eva Elias (Amiens, 80): 18 anos, obteve “mention” Muito Bom no “Baccalauréat” S no Lycée La Hotoie de Amiens. Actualmente, é estudante em medicina na Université de Picardie – Jules Verne.

•           Noemi Camasses-Fujii (Saint-Germain-en-Laye, 78): tem 18 anos e fez o seu percurso escolar no Lycée International de Saint-Germain-en-Laye, terminando com uma “mention” Muito Bom no “Bac” ES. Está actualmente na Filière binationale France Portugal da escola Sciences Po Bordeaux.

•           Rodrigo Ribeiro (Paris, 75): 18 anos, frequentou o Lycée Honoré de Balzac de Paris onde obteve o “Baccalauréat” ES com “mention” Muito Bom. Estuda economia na Université Paris 1 Panthéon-Sorbonne.

Deixamos aqui uma mensagem a todos os estudantes não tiveram a oportunidade de se candidatar este ano, ou aos que se candidataram mas não tiveram acesso à Bolsa de estudo: para alcançar um objetivo, é necessário em primeiro lugar tentar! Como dizia Albert Einstein, “O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário”.

Contacto imprensa:

Florence Oliveira

evenements@capmagellan.org